Cultivar tomate: 10 cuidados básicos

with Sem comentários

Tomate

Se existe hortícola que nunca deixo de plantar em todas as Primaveras é o tomateiro. habitualmente planto na horta entre finais de Abril ou inícios de Maio, quando já não temos noites muito frias e com alguns cuidados básicos, é fácil colher tomate para gasto desde os finais de Junho até quase Outubro. Neste artigo, deixo-vos uma lista de alguns cuidados básicos para cultivar tomate na vossa horta.

 

Benefícios do tomate

O tomate é um legume frutícola e muito apreciado em diversos pratos. O tomate pode ser comido fresco ou seco e é muito utilizado em refogados e para fazer molhos. Cada tomate tem apenas 25 calorias e é rico em água e vitamina C que melhora o sistema imunitário e a absorção do ferro nas refeições. Com propriedades diuréticas, ajuda na retenção de líquidos.

 

O tomate é um alimento extremamente popular e muito versátil, podendo ser encontrado numa multiplicidade de formas, cores e tamanhos. Existem tomates cereja, tomates em cacho, tomates em forma de pêra, tomates amarelos, vermelhos, roxos, laranja e verdes, etc. Todas as variedades são agrupadas em 2 grupos de acordo com a forma como crescem: em rama ou em arbusto.

Diferentes variedades de tomate

Tomates de Rama: têm um caule central alto que cresce indefinidamente e os tomates nascem das ramificações que saem desse caule central. Estas variedades produzem frutos maiores e precisam, sem dúvida, de amor e carinho – rega, alimento, estacas, podados, amarrados, etc.

Tomates de arbusto: são plantas mais compactas, com muitos ramos laterais. São mais rápidos a madurecer do que os tomates de rama e dão-se bastante bem no exterior.

cultivar tomate

10 cuidados básicos para cultivar tomate

1 – Gostam de muita luz, por isso deve ser escolhido um lugar com muito sol. Lugares virados a sul são a localização ideal para plantar.

2 – Apreciam rotação de culturas. Não devem ser plantados onde se cultivaram tomates, pimentos, malaguetas e beringelas nos dois últimos anos.

3 – Gostam de terra rica e fértil. Devemos colocar composto orgânico ou estrume curtido a cerca de 30 cm de profundidade, antes ainda de plantar.

4 – Necessitam de tutores junto de cada planta. Devem ser usados fios ou outros suportes para atar o caule ao tutor que o vai amparar, mas sem danificar o caule.

5 – Devem regar adequadamente, evitando molhar as folhas para prevenir o ataque de doenças muito comuns nesta planta, como o míldio.

6 – A fertilização deve ser frequente, se possível quinzenal, de modo a manter as plantas mais fortes e obter melhores frutos. A fertilização deve ser rica em potássio. Podem aplicar um fertilizante líquido adequado (já encontram no mercado alguma oferta de ecológicos). Em alternativa podem preparar fertilizantes orgânicos em casa.

7 – Devem ser arrancados os “ramos ladrões”, sobretudo em tomate de rama. Todos os rebentos que nascem na junção do caule com as folhas, pois se os deixarmos crescer, apenas gastarão a energia da planta.

8 – Plantar algumas plantas amigas do tomateiro para evitar pragas. As que mais utilizo são o manjericão e as tagettes ou cravos túnicos. As flores dos cravos túnicos ajudam a afugentar os pulgões que podem infestar a planta. Podem ver mais informação sobre associações de cultivo aqui.

9 – Quer plantem em vaso ou em canteiro, devem ter sempre em consideração a regra das associações favoráreis de cultivo. O Tomateiro dá-se bem quando plantado juntamente com aipo, couves e feijão.

10 – Para estimular o amadurecimento do tomate, devemos regar com regularidade, sem encharcar e podemos borrifar os frutos com água.

cultivar tomates
colheita de tomate-cereja na horta de casa

Algumas curiosidades sobre o tomate

  • Os Italianos chamam-lhe “Pomodoro” ou maçã de ouro, talvez porque no início os tomates provenientes da América Central tivessem cor amarela.
  • Os franceses chamam-lhe “Pomme d’ammour” ou maçã do amor. Outros ainda, “ervas do diabo”, pelo seu cheiro intenso quando é cortado. Independentemente do seu nome, o tomate torna-se indispensável nas mesas de praticamente todo o mundo.
  • Até ao final do século XIX o tomate era classificado como fruto (botânicamente falando, é um fruto) para que as pessoas não tivessem que pagar impostos quando os compravam
  • Apenas os frutos do tomateiro podem ser comidos, já que as folhas contêm alcaloides tóxicos que são prejudiciais ao organismo.
tomates
tomate cereja (tomateiro de arbusto) na minha horta (Verão passado)

 

cultivar tomates
tomate de cacho (tomateiro de rama) – em fase de frutificação

 

Vejam neste artigo, uma receita natural para tratar as doenças mais comuns que podem aparecer nesta planta.

 

E vocês, já cultivaram tomates em casa, na horta, varanda ou mesmo jardim? Partilhem comigo a vossa experiência e se gostaram deste artigo, partilhem com os vossos amigos. Bons cultivos! 🙂

Follow A Caseiro:

Sou a Caseiro e amo cultivar! Todos os dias cultivo alimentos, mas também experiências novas que me enchem a alma.

Deixe um comentário