Ervas do mediterrâneo – as 5 mais fáceis de cultivar!

with Sem comentários

5 Ervas do mediterrâneo fáceis de cultivar

Se forem principiantes em jardinagem e gostam de ervas aromáticas, este artigo vai certamente interessar-vos! Vou falar de um grupo de ervas muito fáceis de cultivar e com a mesma origem: ervas do mediterrâneo! Claro que é necessário que gostem e apreciem estas ervas, mas quando conhecerem os benefícios delas e a facilidade de cultivo, vão querer plantar!

Quando queremos cultivar ervas aromáticas em casa, no vaso ou jardim, temos que considerar algumas regras que diria muito importantes, uma delas passa por respeitar as condições de crescimento do seu habitat natural. Por isso, conhecer a sua origem é muito importante!

 

As condições ideias para plantar ervas do mediterrâneo

Como disse, as ervas com origem no mediterrâneo, têm poucas exigências de um modo geral. Podemos assim enumerar algumas das suas necessidades comuns. Saliento ainda que podem agrupar com facilidade no mesmo vaso, basta ter em consideração o tamanho do vaso que vão escolher.

 

 1. Gostam de muito sol e exposição solar directa, não se aguentam muito em ambientes interiores (mais de 6 horas de sol por dia)

 

2. Gostam de solo bastante arenoso, com algum calcário

 

3. Gostam de pouca água e toleram com facilidade alguma seca

 

4. De um modo geral, necessitam de pouca fertilização

 

5. Podem ser utilizadas frescas ou secas. O processo de secagem é fácil, porque são ervas com menos água nas folhas

 

6. São realmente fáceis de manter no jardim ou em vaso por mais de 3 anos, bastam apenas alguns cuidados básicos, como 1 a 2 podas anuais.

 

As 5 ervas do mediterrâneo mais fáceis de cultivar

 

1. Alecrim

plantas amigas da horta alecrim

O alecrim é uma erva do mediterrâneo e como todos sabemos, é muito fácil de cultivar em qualquer lugar. Sabiam que o alecrim é mais aromático quando cultivado em solos mais pobres em nutrientes e com pouca humidade?

Bons motivos para cultivar o alecrim

É uma das ervas com características estimulantes e por isso uma excelente escolha quando sentimos a nossa imunidade em baixo. É muito rico em vitamina C, cálcio e potássio, entre muitos outros minerais importantes para o nosso corpo. Podem utilizar na preparação de infusões e igualmente na preparação de imensos pratos.

Vejam este artigo com mais dicas de cultivo do alecrim aqui.

 

2. Segurelha

A segurelha é conhecida como erva do feijão. Desde que conheço esta erva que tenho sempre no meu jardim de ervas e adiciono quando cozinho qualquer tipo de leguminosas. Adiciona um sabor agradável e facilita na digestão.

Bons motivos para cultivar a segurelha

Rica em anti-oxidantes e minerais, adiciona um sabor fenomenal na cozedura de vários caldos, nomeadamente leguminosas, reduzindo a necessidade de adicionar sal. Ajuda a facilitar a digestão de carnes gordas, feijão, grão de bico e lentilhas.

 

3. Oregãos

Os oregãos, nunca dispensados na cozinha mediterrânica, são realmente fáceis de cultivar. Podem utilizar as folhas, caules e as flores. Podem colher durante todo o ano e utilizar frescos ou secos. Se quiserem secar as folhas, devem apanhar antes da floração.

Bons motivos para cultivar o oregãos

É óptimo para adicionar a imensos pratos, com destaque para os pratos italianos, como massas, pizzas, tostas, saladas. Como quase todas as restantes ervas, são ricos em anti-oxidantes e muito ricos em vitamina A, fibra, cálcio e potássio.

 

4. Tomilho

Existem imensas variedades de tomilho, mas todas têm folhas pequenas e muito aromáticas. Pode ser consumido fresco ou seco, sendo a erva fresca bastante mais aromática.

Bons motivos para cultivar o Tomilho

É rico em vitamina A e C, potássio, cálcio e fósforo entre muitos outros antioxidantes. Tem função anti-microbiana, fungicida e bactericida.Na cozinha é muito versátil e pode ser utilizado na preparação de imensos pratos, como assados, grelhados, etc. É muito agradável de cultivar no jardim, tanto pela sua beleza, como também por emanar um perfume muito agradável.

Vejam este artigo com mais dicas de cultivo do tomilho aqui.

 

5. Alfazema

A alfazema é conhecida muito vulgarmente por lavanda ou lavândula e algumas variedades crescem espontâneamente em Portugal. É uma uma planta perene arbustiforme muito resistente e adapta-se bem a qualquer terreno seja alcalino ou salino. Na horta ou jardim, atrai insetos úteis polinizadores e repele diversas pragas como ratos sendo por isso considerada uma planta amiga da horta.

Bons motivos para cultivar a alfazema

Têm muitos benefícios para a saúde e destaca-se pela sua ação antisséptica, analgésica e sudorífera. O chá de Alfazema é ótimo para tratar problemas de ansiedade, cansaço, perturbações do sono, má digestão e enxaqueca.

Vejam este artigo com uma receita de 3 esfoliantes naturais com alfazema.

 

Tenho ainda uma sugestão!

Se este artigo vos deixou com vontade de colocar as mãos na terra e iniciar o vosso jardim de ervas aromáticas, tenho um workshop para vos ajudar! Aprendem na prática a planear, semear, plantar, identificar e a cultivar mais de 12 varierdades de ervas aromáticas.

[cliquem na imagem para mais informações]

Guardem este Pin!

Follow A Caseiro:

Sou a Caseiro e amo cultivar! Todos os dias cultivo alimentos, mas também experiências novas que me enchem a alma.

Deixe um comentário