Receitas da Horta – Húmus de beterraba com coentros

with Sem comentários

húmus-de-beterraba-com-coentros

Há algumas semanas que não tenho partilhado convosco receitas simples da Horta. Lembrei-me então de cultivar sabores e fazer um snack delicioso – húmus de beterraba com coentros. É um húmus cheio de cor, saudável, com imenso sabor e super rápido de preparar. Este tipo de patê é daqueles que faz sempre sucesso nos workshops com ervas aromáticas e também cá em casa. O ingrediente principal é a beterraba, uma raiz cheia de nutrientes, rica em fibra e água.

Nem todos gostam de beterraba. Talvez pelo seu sabor com travo a “terra” ou se aprecia ou se detesta. A verdade é que acaba por ser uma variedade muito fácil de cultivar em todas as estações e quase sempre presenta na nossa horta. Um dos legumes de raiz que podem plantar este mês ou no próximo.

beterraba da nossa horta em casa (100% bio)

 

Já preparei húmus de beterraba diversas vezes e com variação na receita. Hoje partilho uma receita simples que inspirada pela autora do Blogue “made by choices” e do livro “as 5 cores da cozinha saudável”, a  Vânia Ribeiro. Aprecio o trabalho dela pela simplicidade das sugestões de preparação, quer escritas quer em forma audiovisual (vejam também o seu canal do youtube). Um dos primeiros artigos com receitas da horta que partilhei, foi também inspirado nas receitas da Vânia – Brownies de abóbora e cacau – vejam aqui.

Na receita original, acrescentei os coentros. Explorei esta variação nos Workshops com ervas aromáticas e liga muito bem com a beterraba e a acidez do limão. Para quem não aprecia coentros, pode substituir esta erva por salsa. Vejam aqui, mais sugestões de utilização destas e outras ervas que cultivo cá em casa. Pela experiência que tive com degustação em grupos bastantes heterogéneos, percebi que é fácil gostar deste húmus preparado com os coentros, mesmo por quem não aprecia coentros.

 

Os ingredientes necessários – húmus de beterraba

receita da Vânia do Blogue Made by choices

  • 200grs de grão-de-bico cozido
  • 1 beterraba já cozida (utilizei 2 médias)
  • 1 dente de alho (em cru)
  • 1 colher de sopa de azeite
  • Água, q.b
  • Pimenta preta, a gosto
  • Sal integral, a gosto (usei flor de sal)

(Acrescentei um ramo de coentros e sementes de sésamo para decorar)

Modo de preparação?

Começar por descascar as beterrabas e cozer a vapor (preferencialmente). Podem cozer o grão, ou em opção, comprar já cozido. Neste caso basta escorrer o líquido. Descascar o alho e picar ligeiramente os coentros. Depois é seguir os passos:

  1. Num processador de alimentos juntar todos os ingredientes
  2. Triturar até virar uma pasta como na imagem acima
  3. Rectificar os temperos
  4. Transferir para um recipiente
  5. Servir de imediato ou conservar no frigorífico por 2 a 3 dias.

Fica um patê óptimo para servir como acompanhamento em diversos pratos ou simplesmente barrar em tostas ou pão. Vão experimentar? Se ainda não ficaram convencidos pelo sabor, vejam em baixo os benefícios deste legume.

 

Benefícios da beterraba que vale a pena conhecer!

Com sabor intenso, a beterraba é um legume odiado por muitos. À semelhança dos coentros, ou se adora, ou se detesta. Cada vez mais consumida, pode ser consumido em cru, grelhada, cozida ou até em sumos. As suas folhas também podem ser consumidas de forma a aproveitar todos os benefícios. Com poucas calorias, é rica em antioxidantes, vitaminas e minerais como o zinco, ferro, magnésio e potássio.

Deixo ainda a lista de benefícios destacados para a saúde (fonte: lifestyle.sapo.pt)

  • Diminui os níveis de pressão alta: contém nitratos que ajudam relaxar os vasos sanguíneos;
  • Melhora o rendimento do treino: por relaxar os vasos sanguíneos permite que mais nutrientes cheguem aos músculos;
  • Fortalece o sistema imune: é rica em zinco que ativa um hormônio que aumenta a produção de células de defesa do organismo;
  • Previne e combate anemia: por conter ferro e vitaminas do complexo B evita e trata esse tipo de anemia
  • Mantém a saúde dos músculos: contém potássio e cálcio, importantes para a manutenção de fibras musculares saudáveis;
  • Protege o sistema nervoso: por ser rica em vitamina B1 e B2
  • Previne o envelhecimento precoce: contém elevados níveis de vitamina C, que é um potente antioxidante que evita o envelhecimento das células
  • Controla o colesterol e protege o coração: tem alto teor de fibras que reduzem a absorção de colesterol no intestino
  • Previne o cancro: além da vitamina C, é rica noutros antioxidantes. Por exemplo a betalaína que diminui o risco de cancro
  • Mantém a saúde dos olhos e previne cataratas: contém vitamina A, importante na manutenção da saúde ocular

E agora, vão experimentar esta receita simples? Não se esqueçam de partilhar!

Até lá, bons cultivos, desta vez na cozinha! 🙂

 

Tenho ainda uma sugestão!

Aprenda a substituir sal por ervas aromáticas e a usar alternativas saudáveis e mais naturais participando no workshop (utilizações condimentares e medicinais).

[cliquem na imagem para mais informações]

 

Follow A Caseiro:

Sou a Caseiro e amo cultivar! Todos os dias cultivo alimentos, mas também experiências novas que me enchem a alma.

Leave a Reply

Cultivos da Época- saibam o que plantar em cada mês - 

Subscrevam a newsletter e recebam gratuitamente um calendário mensal com as variedades de legumes, ervas aromáticas, flores e frutos para plantar!

O seu consentimento é importante...