Erva cidreira – como cultivar e utilizar!

erva-cidreira

Talvez seja uma das ervas medicinais mais utilizadas em Portugal e conhecida pelas suas propriedades calmantes. Com nome científico Melissa officinalis, a erva-cidreira é uma planta da família da menta e da hortelã. As suas folhas assemelham-se muito às folhas da hortelã vulgar e são por vezes confundidas. No entanto, o seu aroma a limão é menos fresco mas suave e delicado e pode ser utilizada em pratos doces ou salgados. É vulgarmente conhecida, mas mais pelas suas qualidades medicinais e menos gastronómicas. As folhas podem ser secas, mas são muito melhores frescas. É muito fácil de cultivar e por isso umas das minhas favoráveis para plantar no vosso jardim medicinal.

Os benefícios da erva-cidreira

A erva-cidreira possui propriedades calmantes e ansiolíticas (controlo da ansiedade) que derivam maioritariamente do seu conteúdo em flavonoides antioxidantes. Tem efeito diurético e expectorante. A infusão de erva-cidreira pode ser utilizada como remédio caseiro para acalmar, combater a retenção de líquidos e também é útil para combater os sintomas típicos de constipações, sobretudo se associada ao limão.

Uma curiosidade: simbolicamente, a erva-cidreira está ligada ao amor e à feminilidade. Na Grécia Antiga, era a planta que simbolizava a deusa ‘Melona’, protetora das abelhas. Era conhecida porque as colmeias na sua proximidade acabavam por produzir uma maior quantidade e qualidade de mel. Apesar de existir antes, só foi divulgada pelos árabes no século X que a utilizavam para tratar o mau humor.

Vejam este artigo com receita de infusões do meu jardim

erva-aromática-cidreira

Como cultivar erva-cidreira

Tipo de planta: planta herbácea vivaz, perene que atinge até 1m de altura. O seu ciclo de vida é igual ou superior a 3-4 anos.

Luz: Apesar de tolerar locais com muita luz solar direta, aprecia locais com sombra parcial.

Rega: Gosta de terra húmida, mas não deixar encharcar. Evitar molhar folhas, pois é susceptível a doenças fúngicas.

Plantar e semear: Podem semear mas é mais fácil reproduzir a planta por estaca, a partir de um caule com raiz, preferencialmente na Primavera. Podem transplantar uma planta adulta em vaso durante todo o ano.

Fertilização: Como gosta de matéria orgânica, devem colocar húmus de minhoca ou composto com periodicidade mínima trimestral.

Benefícios na horta:  A erva-cidreira é uma boa associação para as couves. (colocar na em vaso ou no solo, ao redor de um canteiro de couves). vejam aqui outras plantas amigas da horta.

Pragas e doenças: Não é muito susceptível a doenças, se cultivadas em condições ideais de temperatura e fertilização do solo. O melhor é evitar o excesso de água no solo e nas folhas para evitar doenças causadas por fungos. Pode ainda ser atacada por pequenos pulgões. Vejam aqui tratamentos para doenças.

Quando colher: podem colher durante todo o ano, mas o aroma e sabor é melhor ao longo do verão e no início do Outono.

Plantar em vaso – Dicas importantes!

Gosta mais de estar plantada no solo ou em canteiro, mas pode plantar em vaso. Escolha neste caso um vaso grande, com o volume mínimo de 10 Litros (ideal seria de 15 ou mais) e 30 cm de profundidade com boa drenagem. Não é tão invasora como a hortelã, mas como é da mesma família, as suas raízes desenvolvem-se de tal modo que acabam por ocupar todo o espaço do vaso. Assim, é preferível plantar sozinha.

Como Plantar: colocar cerca de 1 Litro de argila no fundo do vaso, depois a malha geotêxtil e depois o substrato adequado para plantar ervas aromáticas. No final acomodam a vossa planta sem esquecer de regar.

Colheita e utilização

Podemos colher as folhas frescas durante todo o ciclo da planta, mas se pretenderem colher para preservar, devem fazer a colheita assim que surgem os primeiros botões das flores. Para estimular o seu crescimento, podem cortar a planta toda antes de florescer no início do Verão.

Eu utilizo-a essencialmente na preparação de infusões, mas pode ser utilizada na preparação de pratos salgados e sobremesas.

Sugestões de utilização 

infusão-de-ervas-aromáticas
tomilho-limão e hortelã do meu jardim

Aqui em casa utilizo quase sempre na preparação de infusões herbais ou tisanas colhendo as folhas à medida que necessito. Uma das minhas preferidas e que é indicada para constipações e tosse, nomeadamente parte respiratória é a mistura de erva-cidreira, tomilho-limão e hortelã. Outra sugestão de infusão com efeito calmante é a mistura de erva-cidreira, camomila e hortelã. Para sentir os efeitos desejados é aconselhável beber uma chávena desta infusão 3 vezes por dia.

Embora os efeitos colaterais das infusões sejam raras, alguns grupos de pessoas como mulheres grávidas e lactantes devem evitar o consumo. Crianças com menos de 12 anos, bem como pessoas com insuficiência cardíaca, hipotensão e hipotireoidismo devem também evitar o seu consumo. Neste caso existe a necessidade de consultar o médico previamente.

Se gostou deste artigo, não esqueça de partilhar com amigos e familiares. Se quiser estar sempre “a par das novidades” subscreva aqui a minha newsletter. Pela confiança, recebe um conjunto de calendários de cultivos para o ano inteiro! Bons cultivos! 

Tenho ainda uma sugestão!

Se pretende aprender mais sobre ervas aromáticas espreitem o meu ebook e livro Jardim de Ervas Aromáticas. Um guia prático para quem quer começar a plantar mais ervas aromáticas no seu jardim ou varanda e para quem já cultiva, mas utiliza quase sempre as mesmas, por desconhecer as suas propriedades ou não saber como utilizar na cozinha.

Slider

4 thoughts on “Erva cidreira – como cultivar e utilizar!”

  1. Pingback: 7 plantas aromáticas que repelem mosquitos! - Cultivos da Caseiro

  2. Pingback: Como secar ervas aromáticas! - Cultivos da Caseiro

  3. Pingback: Receita de sabão natural com ervas aromáticas - Cultivos da Caseiro

  4. Pingback: Cocktail fácil com erva-cidreira! - Cultivos da Caseiro

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *