10 medidas para prevenir pragas da horta biológica!

Existem muitas alternativas aos inseticidas sintéticos para controlar alguns insetos indesejados que vulgarmente chamamos como pragas da horta. Interessa primeiro conhecer quais insetos são prejudiciais às plantas e quais são benéficos, os aliados naturais da horta. Estes aliados são muito importantes na prevenção de pragas e doenças pois ajudam a proteger as plantas contra alguns insetos famintos que surgem com mais frequência na primavera. Existem ainda outras boas práticas que devem ser consideradas na prevenção de pragas!

Se pretendem receitas caseiras simples e eficazes no tratamento das pragas e doenças mais comuns da horta espreitem o Ebook de Pragas e Doenças na Horta um ebook que faz parte do Curso Online Horta Urbana. (podem ver todos os cursos online sobre hortas urbanas e ervas aromáticas aqui)

Como prevenir pragas da horta biológica

1.Escolher as variedades de vegetais mais resistentes a insetos e doenças. Sempre que possível, devemos escolher sementes de agricultura biológica ou biodinâmica. Além disso é preferível produzir as plântulas para transplantar.

2. Fornecer abrigo para inimigos naturais das pragas, como insetos predadores (aranhas, joaninhas), morcegos, pássaros.

3. Melhorar a estrutura do solo, adicionando composto orgânico ou fazendo adubação verde. Como resultado, um solo saudável vai permitir o crescimento de plantas mais saudáveis.

4. Cultivar ervas aromáticas e medicinais para trazer insetos benéficos à horta. Além disso, algumas têm um efeito repelente para pragas.

5. Experimentar plantar num pequeno espaço de modo a perceber se há danos casados por alguma praga presente. Deste modo percebemos se já existe uma praga instalada, devendo aplicar remédios caseiros para controlar.

6. Cortar as primeiras plantas infestadas e remove-las do local. Assim, ao remover os resíduos das colheitas infetadas, vamos ajudar a interromper os ciclos biológicos dos insetos.

7. Ter em conta as práticas de consociações favoráveis de culturas. Consequentemente, esta prática ajuda ainda a beneficiar de uma gestão mais eficaz do espaço e nutrientes do solo.

8. Utilizar sempre métodos preventivos naturais, como controlo biológico. Além disso quando são facilmente visíveis, devemos recolher manualmente as pragas.

9. Evitar monoculturas em canteiros ou parcelas com área superior a 1 m2. Como resultado promovemos maior biodiversidade, cultivando por exemplo algumas plantas com flores como calêndulas, camomila, capucinhas, entre outras.

10. Promover a rotação de culturas. Acima de tudo, não cultivar os mesmos tipos de vegetais no mesmo local todos os anos. Podemos fazer uma rotação de 3 anos em 3 canteiros ou uma rotação de 4 anos em 4 parcelas (mais aconselhado).

armadilhas para pragas

Como controlar de modo simples as pragas mais comuns

Mesmo com todos os cuidados enumerados, é normal que possam surgir algumas pragas, sobretudo as mais comuns. Assim, devemos utilizar algumas armadilhas adequadas no controlo ecológico de pragas como por exemplo as placas de cartão amarelo pegajoso (facilmente encontradas no mercado). Estas são muito eficazes em alguns insetos voadores como mosca branca e alguns pulgões.

Artigos relacionados:

Tenho ainda uma sugestão!

Slider

Sigam-me ainda nas redes sociais e partilhem comigo todas as dúvidas. Estou aqui para ajudar!

Slider

Guardem este Pin! (vejam o meu pinterest)

prevenir pragas na horta

2 thoughts on “10 medidas para prevenir pragas da horta biológica!”

  1. Pingback: Lagartas da couve - 4 dicas naturais para prevenir e controlar! - Cultivos da Caseiro

  2. Pingback: Lagartas da couve - 4 dicas naturais para prevenir e controlar!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *