Tomate – como cultivar e utilizar!

O tomate é um dos cultivos preferidos dos agricultores urbanos. À semelhança dos morangos, muitos jardineiros urbanos, mesmo com pouca experiência querem plantar tomate na sua horta, jardim ou mesmo em vaso. Não sei se existem estatísticas nesta matéria, mas com base na minha experiência e partilha de vários participantes dos meus workshops, diria que 90% dos jardineiros urbanos já plantou ou quer plantar esta hortícola. Talvez por isso lhe chamem o rei de todas as hortas!

São muitas as variedades de tomate disponíveis no mercado e dividem-se essencialmente em dois grupos, os de rama e os arbustivos. Os tomates mais cultivados, são os de rama, aqueles que crescem em altura tendo por isso que ser tutorados.

O tomate é da família das solanáceas, mesmo grupo da batata e beringela. Portanto é aconselhável não plantar em conjunto com estas hortícolas nem em locais onde estas tenham sido cultivadas, pelo menos nos últimos 3 a 4 anos.

cultivar tomate

Como Semear e plantar tomate

Dicas para semear: colocar as sementes a uma profundidade inferior a 0,5 cm. Certamente não vão andar de fita métrica, por isso, sendo sementes pequenas, basta cobrir apenas as sementes com uma camada fina de substrato leve ou vermiculite.

Quando deve semear e plantar: os meses de Primavera são ideias para plantar tomate na horta. Geralmente o tomateiro cresce melhor com temperaturas amenas, entre os 20°C a 26°C. Preferem ainda baixa humidade, pois condições de humidade alta vai favorecer o aparecimento de doenças e pragas nas plantações. As plântulas (mudas de plantas jovens germinadas), podem ser transplantadas quando tiverem entre 4 a 5 folhas.

Semear em viveiro de janeiro a março.

Plantar na horta de março a maio.

Espaçamento de plantação: entre 40 a 50 cm entre plantas e de 50 a 80 cm entre linhas de plantas (quando plantados em canteiros ou talhões).

Cuidados antes de plantar:

Sendo a rotação de culturas uma boa prática para evitar pragas, devemos ter a mesma em atenção para não cultivar tomates sempre no mesmo sítio. Portanto, o ideal será repetir o cultivo no mesmo vaso ou canteiro apenas 3 a 4 anos depois. Encontram mais detalhes sobre a prática de rotações de cultivo aqui.

tomate

Condições de cultivo e manutenção

  • Tutorar: os tomateiros de rama devem ser tutorados para que toda a folhagem tenha incidência de luz e seja adequadamente arejada.
  • Desfolha: retirar todas as folhas que estão em contacto com o solo, amarelas e doentes. Esta prática favorece a circulação de ar em toda a cultura.
  • Rega: evitar o excesso de água na rega, já que é o fator que mais afeta o desenvolvimento de doenças.
  • Podar: evitar fazer ferimentos na planta durante a poda do tomateiro. Esta deve ser feita com tesoura devidamente limpa. Neste vídeo mostro como podar o tomateiro.
  • Fertilização: fazer uma fertilização cuidada, rica em potássio. A falta de nutrientes são causas frequentes de distúrbios fisiológicos graves que acabam por deixar a planta mais fraca e por isso mais susceptível a doenças.
  • Pragas e doenças: As doenças mais comuns são o oídio e míldio. Cortar as partes mais atingidas é um bom gesto para limitar a expansão da doença. Neste artigo, partilho receita de tratamento natural preventivo para estas doenças.

Exposição solar: 

Necessita de bastante luz, de preferência luz solar direta (mínimo de 6h00 de sol por dia). Lugares virados a sul são a localização ideal para plantar.

Associações de cultivo favoráveis e desfavoráveis:

Beneficia quando plantada em conjunto com manjericão, salsa, aipo, cravo túnico, alho-francês e feijão.

Não gosta de ser plantado em conjunto com batata, pepino, ervilha.

Como colher e utilizar

São muitos os amantes deste legume frutícola. A utilização do tomate, dispensa por por isso qualquer sugestão. A colheita de tomate pode durar entre 3 a 4 meses, dependendo das variedades cultivadas. Os frutos são cortados com uma tesoura.

Podemos também guardar sementes para a próxima época de cultivo. Neste caso, devem ser escolhidas as plantas saudáveis e os melhores “frutos” para retirar sementes. Como resultado, a propagação através destas sementes vai trazer algumas vantagens, resultando por exemplo em plantas mais resistentes.

Se houver sucesso no seu cultivo, podem produzir uma quantidade generosa. Nesse caso, podemos sempre oferecer o excesso ou arranjar formas de conservar para alturas do ano em que não estão disponíveis. Uma das formas mais comuns é a congelação. Outra forma, que descobri muito recentemente é a sua secagem ao sol e conservação de tomate seco em azeite.

Podem ver ainda vídeo sobre o cultivo de tomate aqui! Se gostaram deste conteúdo, partilhem e sigam-me nas redes sociais!

Tenho ainda uma sugestão!

Slider
tomate

1 thought on “Tomate – como cultivar e utilizar!”

  1. Pingback: Manjericão - como cultivar e utilizar! - Cultivos da Caseiro

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *