pickles de malagueta e pimento padron

pickles de malagueta

Um alerta desde já: este artigo pode ser ´útil se apreciam ou não sabores picantes. Se tiveram produção simpática de malagueta e pimentos, ou alguém vos ofereceu, pode ser um artigo com interesse.

Certamente já secaram malagueta para conservar e utilizar durante o ano. Mas desta vez lembrei-me de sugerir outro modo de conserva para malagueta e pimento fresco. Assim, a minha sugestão passa por fazer pickles de malagueta e pimento. São fáceis de fazer e ficam excecionais para adicionar a sanduíches, pizzas, saladas ou em todos os pratos que vos apetecer!

O outono é sem dúvida uma época rica de colheitas. E as malaguetas e pimentos fazem parte desta época. Ainda tenho algumas plantadas, que apesar de já não frutificarem nesta altura, têm alguns frutos que ainda não estão maduros.

Se pretendem saber que variedades de flores, legumes, ervas aromáticas e frutos devem plantar ou semear em cada mês do ano vejam o Calendário de Cultivo Vitalício. Se pretendem plantar uma horta em casa espreitem o curso online horta urbana. (vejam aqui todos os cursos disponíveis)

Já fiz piri-piri, preparado com malagueta seca e com malagueta fresca. A diferença está no sabor e intensidade do picante (fica sempre mais picante quando utilizamos malagueta seca) e o piri-piri dura mais tempo. Neste artigo – Malaguetas: piri-piri e conserva no vinagre, um dos primeiros que escrevi para o blog, tenho a receita de preparação de um piri-piri caseiro (receita da minha avó materna).

Desde sempre apreciei pickles e lembro-me de comer pickles caseiros de pimentos e algumas malaguetas mais doces quando era ainda criança. Talvez tivesse herdado este gosto, da minha mãe que aprecia e utiliza sabor picante em quase todos os pratos.

pickles de malagueta e pimento padron

O que vão precisar

  • Frascos esterilizados
  • Malaguetas e pimentos (utilizei a malagueta sininho de natalcapsicum baccatum e escolhi os pimentos padron do meu jardim)
  • Tacho para preparar a calda aromatizada de vinagre
  • 2 chávenas de vinagre
  • 1/2 chávena de água
  • 1 colher de chá de sal
  • 1 colher de chá de açúcar
  • Especiarias a gosto (utilizei sementes de coentros do meu jardim)
  • 1 colher para misturar a calda e compactar as malaguetas e pimentos no frasco

Como Fazer?

  • Esterilizar os frascos de vidro com tampa – fervi durante 5 minutos
  • lavar os pimentos e as malaguetas e deixar secar em papel absorvente
  • Picar os pimentos e malaguetas em rodelas ou tiras (opcional)
  • Preparar o vinagre (calda para encher os frascos) – ver o processo em baixo
  • Colocar os pimentos e as malaguetas cortadas em frascos (coloquei em separado, mas podem juntar)
  • Verter a calda de vinagre (ligeiramente arrefecida) sobre os pimentos e malaguetas. Devem ser agitados de modo a poder adicionar mais até encher o frasco 
  • Deixar arrefecer até a temperatura ambiente
  • Guardar no frigorífico até consumir (esperar cerca de 1 a 2 semanas para poder fermentar)

calda para os pickles de malagueta e pimento

Em primeiro lugar, começamos por adicionar num tacho, a água, o vinagre o sal, o açúcar. 

Depois disso, devemos mexer até dissolver o sal e o açúcar, e esperar levantar fervura. Podemos ainda adicionar alguns temperos extra, como por exemplo especiarias a gosto (pimenta, louro ou algumas ervas aromáticas, como tomilho). Este tipo de temperos, faz mais sentido ainda, se optar por fazer pickles com outros legumes, como beterraba, cenoura e outros.. No caso dos pimentos e malaguetas só adicionei algumas sementes de coentros.

Depois de ferver, baixar o lume e cozinhar durante 5 minutos em lume brando. Verter em seguida, esta calda nos frascos já cheios de malagueta e pimento.

pickles de malagueta e pimento

ALGUMAS NOTAS desta RECEITA

  • Estes frascos de pickles conservam-se no frigorífico até 4 meses ( confesso que cá em casa, duram sempre menos, tenho que fazer mais quantidade) 
  • Para esta receita, devem procurar malagueta e pimento bem fresco, de preferência logo após colheita, para ficarem mais crocantes
  • Utilizar luvas descartáveis para ​​ajudar a proteger as mãos. Além disso, não esquecer de lavar as mãos com água e sabão, sobretudo logo após cortar a malagueta

Se quiserem ficar a par de todas as novidades por aqui, façam a inscrição da minha Newsletter.  Se gostaram deste artigo, partilhem com os vossos amigos. Em caso de não serem muito adeptos de sabores picantes, podem sempre optar por fazer a mesma receita com outros legumes do vosso agrado, fica a dica!

Qualquer dúvida ou sugestão, podem deixar nos comentários ou enviar um email. Estou aqui para ajudar!

Slider

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *