Jardim medicinal – 4 infusões para cultivar!

with 4 comentários

jardim-medicinal

 

Quem não aprecia um bom “chazinho” quente, sobretudo nestes dias mais frios e chuvosos de Outono? Já vos falei neste artigo como gosto e aprecio infusões feitas com ervas frescas. Sem dúvida que têm mais aroma e sabor e são uma excelente escolha para uma bebida quente para qualquer altura do dia. E se essas ervas viessem do vosso jardim medicinal?

Vejam este artigo com receita de infusões do meu jardim

Ter à mão algumas ervas aromáticas com propriedades medicinais pode também ser muito cómodo para aliviar alguns desconfortos mais comuns sem ter que recorrer a medicamentos. sintomas típicos de constipação, má digestão, fadiga, dificuldade para relaxar ou dormir são alguns dos desconfortos que podemos aliviar com uma infusão do nosso jardim.

Sei que o interesse por ervas aromáticas e sua utilização na cozinha, sobretudo em temperos, é crescente. Contudo, percebo que muitas vezes se desconhecem as múltiplas utilização e benefícios da mesma erva. Deste modo, lembrei-me de vos sugerir 4 ervas que podem plantar em vaso e manter facilmente durante todo o ano, para terem assim o vosso jardim medicinal.

Os vasos devem ter o tamanho adequado (vejam em baixo o volume mínimo indicado) e se possível, coloquem-nos numa varanda próxima da cozinha, para facilitar o acesso quando precisam de utilizar. Depois, podem combinar as ervas a vosso gosto para intensificar os efeitos desejados. As 4 ervas escolhidas foram o alecrim, hortelã, tomilho e erva-cidreira pelas suas múltiplas utilizações. Nas próximas semanas teremos um artigo extra, com as dicas mais detalhadas para cultivarem cada uma. Para já destacamos o seu efeito.

 

O que vão precisar para plantar o vosso jardim medicinal!

Materiais necessários para plantar 4 ervas em vaso

  • 1 vaso de 15 litros para plantar alecrim
  • 1 vaso de 7-10 litros para plantar hortelã
  • 1 vaso de 7-10 litros para plantar tomilho
  • 1 vaso de 7-10 litros para plantar erva-cidreira
  • 1 planta de alecrim*
  • 1 planta hortelã*
  • 1 planta tomilho*
  • 1 planta de erva-cidreira*
  • 5 litros de argila expandida (colocar no fundo dos vasos)
  • 1 saco de 45 litros de substrato
  • Malha geotêxtil para separar a argila do substrato

 

Como plantar?

Como falamos de ervas perenes, devem optar por comprar mudas de plantas jovens e fazer o transplante (passar a muda para um vaso maior). O método é simples e é igual para todas, tendo sempre em conta o cuidado com a drenagem dos vasos. Assim, colocam 1.º cerca de 1 Litro de argila no fundo do vaso, depois a malha geotêxtil e depois o substrato. No final acomodam a vossa planta sem esquecer de regar. Irei abordar nos próximos artigos, os cuidados mais específicos sobre manutenção de cada uma.

Vejam este artigo sobre ervas aromáticas perenes e vivazes!

 

Jardim medicinal – infusões que podem cultivar em vaso!

Infusões com efeito estimulante (anti-fadiga): Alecrim e hortelã

Infusões indicados para parte respiratória (constipações e tosse): Erva-cidreira, tomilho-limão e hortelã

Infusões com efeito digestivo: Erva-cidreira e hortelã

Infusões com efeito calmante: Erva-cidreira

 

Os benefícios do alecrim

É vulgarmente utilizado na cozinha, mas mais para aromatizar diversos pratos. Se for cultivado em vaso grande, pode ser cortado (podado) em formas diferentes, cónicas ou achatadas. Mas as variedades rasteiras ficam com melhor aspecto. Estudos mostram que o alecrim funciona como um estimulante para toda as funções cognitivas, melhorando a memória, concentração e raciocínio lógico. É ainda utilizado para melhorar o processo digestivo, combatendo a azia e o excesso de gases.

Parte da planta utilizáveis: folhas e flores

Origem: região Mediterrânica

Composição nutricional: rico em fibras, vitamina B, C, cálcio, ferro, zinco, fósforo e potássio

>> Vejam aqui o artigo sobre como cultivar e utilizar alecrim!

plantas amigas da horta alecrim

Os benefícios da Hortelã

A hortelã não possui cafeína, portanto é perfeita após as refeições.

hortelã é uma erva aromática com crescimento agressivo (planta invasora), existindo diversas variedades. A mais utilizada na preparação de infusões é a hortelã-pimenta. As propriedades terapêuticas são imensas. Exerce ação estimulante sobre o aparelho digestivo e é indicada para dores de cabeça, dores abdominais, cólica e flatulência, gripes e constipações, ajuda na perda de peso, elimina e impede a formação de muco (catarro).

Parte da planta utilizáveis: folhas e caules

Origem: Europa Central e região Mediterrânica

Composição nutricional: rica em vitaminas A, B e C, minerais, cálcio, fósforo, ferro e potássio.

Uma curiosidade: A hortelã é utilizada desde a antiguidade. Os árabes decoravam as mesas dos banquetes com hortelã para estimular o apetite dos convidados.

>> Vejam aqui o artigo sobre como cultivar e utilizar hortelã!

 

Os benefícios da erva-cidreira

Com nome científico Melissa officinalis, é uma planta da família da menta e da hortelã.  O efeito calmante, é um dos benefícios mais reconhecidos do “chá de cidreira”. A erva-cidreira possui propriedades calmantes e ansiolíticas (controlo da ansiedade) que derivam maioritariamente do seu conteúdo em flavonoides antioxidantes. Tem ainda efeito diurética e expectorante e, por isso, a infusão de erva-cidreira pode ser utilizada como remédio caseiro para acalmar, combater a retenção de líquidos e também é útil para combater os sintomas típicos de constipações, sobretudo se associada ao limão.

Parte da planta utilizáveis: folhas e flores

Origem: Europa meridional

Composição nutricional: A erva cidreira possui diversos fitoquímicos, como polifenois, terpenos, taninos, flavonoides  e antioxidantes.

>> Vejam aqui o artigo sobre como cultivar e utilizar erva-cidreira!

Os benefícios do tomilho-limão

O timol, óleo aromático extraído do tomilho, é o seu principal agente curativo e tem utilização em doenças do aparelho respiratório. Combate a dor de garganta e previne alguns problemas respiratórios, como bronquite.

Parte da planta utilizáveis: folhas

Origem: região Mediterrânica

Composição nutricional: vitamina A, potássio, cálcio, fósforo

ervas aromáticas como cultivar

 

Alguns cuidados importantes!

Embora os efeitos colaterais das infusões sejam raras, alguns grupos de pessoas como mulheres grávidas e lactantes devem evitar o consumo, bem como pessoas com insuficiência cardíaca, gastrite, úlceras e problemas semelhantes no estômago. Neste caso existe a necessidade de consultar o médico previamente.

 

Tenho ainda uma sugestão!

Se pretendem aprender mais sobre ervas aromáticas espreitem o meu ebook e livro Jardim de Ervas Aromáticas. Um guia prático para quem quer começar a plantar mais ervas aromáticas no seu jardim ou varanda e para quem já cultiva, mas utiliza quase sempre as mesmas, por desconhecer as suas propriedades ou não saber como utilizar na cozinha.

[cliquem na imagem para mais informações]

ebook-e-livro-plantar-um-jardim-de-ervas-aromaticas

 

 

Espero que tenham gostado e não esqueçam de partilhar com os vossos amigos!

Bons Cultivos! 🙂

A Caseiro

Follow A Caseiro:

Sou a Caseiro e amo cultivar! Todos os dias cultivo alimentos, mas também experiências novas que me enchem a alma.

4 Responses

  1. Carla
    | Responder

    Tenho uma dúvida. Posso colocar os vasos na rua à chuva? ou devem estar abrigados da chuva?
    Obrigada

    • A Caseiro
      | Responder

      Olá Carla, obrigada pelo seu comentário. Pode e deve colocar os vasos na varanda ou pátio. Estas ervas aromáticas (e quase todas as outras) preferem luz solar direta, devendo estar preferencialmente no exterior. Com chuva, terá é que ter mais cuidado com a rega, evitando encharcar (regar com a mesma frequência).

  2. […] de infusões – vejam este artigo com indicação dos benefícios do […]

  3. […] Talvez seja uma das ervas medicinais mais utilizadas em Portugal e conhecida pelas suas propriedades calmantes. Com nome científico Melissa officinalis, é uma planta da família da menta e da hortelã. As suas folhas assemelham-se muito às folhas da hortelã vulgar e são por vezes confundidas. No entanto, o seu aroma a limão é menos fresco mas suave e delicado e pode ser utilizada em pratos doces ou salgados. É vulgarmente conhecida, mas mais pelas suas qualidades medicinais e menos gastronómicas. As folhas podem ser secas, mas são muito melhores frescas. É muito fácil de cultivar e por isso umas das minhas favoráveis para plantar no vosso jardim medicinal. […]

Leave a Reply

Cultivos da Época- saibam o que plantar em cada mês - 

Subscrevam a newsletter e recebam gratuitamente um calendário mensal com as variedades de legumes, ervas aromáticas, flores e frutos para plantar!

O seu consentimento é importante...